Fim de ano: como gerir corretamente o aumento das entregas?

01/12/2021

As festas de fim de ano estão chegando e já podemos notar uma maior movimentação de caminhões pelas estradas. O fluxo de entregas aumenta muito (muito mesmo!) e as transportadoras precisam estar preparadas para atender às necessidades do comércio e fazer chegar no dia certo e na hora certa aquela encomenda tão esperada.

Amigo secreto na empresa, presentes do Papai Noel e a troca de lembranças entre os familiares no Natal são alguns dos momentos que justificam o crescimento das compras nesta época e, consequentemente, o aumento do fluxo de caminhões nas estradas.

O e-commerce também ajudou a impulsionar essa elevação nas vendas de final de ano. A pandemia fez com que muita gente trocasse o rolê no comércio físico pelas vitrines das telas do celular. Para se ter uma ideia, o comércio online cresceu 68% em comparação com 2019. A fatia neste segmento no varejo pulou de 5% para 10%. Os dados são da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm).

A pesquisa também aponta que pelo menos 20,2 milhões de consumidores aproveitaram o isolamento social para debutar nas compras online em 2020. Do outro lado, 150 mil lojas passaram a vender pela internet.

E o povo gostou tanto de fechar compras sem sair de casa que a previsão da Confederação Nacional do Comércio é que o e-commerce brasileiro feche 2021 com um avanço de 38%, atingindo um faturamento de R$ 304 bilhões.

Porém, a gente não pode esquecer que as lojas físicas também vendem um bocado no fim do ano, não é mesmo? Produtos de grande volume – como geladeira, fogão e móveis, por exemplo – comprados nas lojas de rua não são levados para casa na hora e dependem das transportadoras para que cheguem ao endereço no prazo combinado.

LEIA MAIS: Distribuição fracionada: como fazer a gestão de frete correta?

 

E como as transportadoras podem ajudar o comércio no fim do ano?

entrega fim de ano transporte

 

Ora, sendo ágeis! Com tanta gente comprando, seja na internet ou nas lojas físicas, o fim de ano promete! E o que as marcas menos querem é que seus clientes reclamem de atrasos na entrega.

Entre outros fatores, a agilidade depende também dos processos administrativos adotados pelas transportadoras. A tecnologia precisa ser parceira nessa hora e viabilizar soluções que agilizem a emissão de notas e a baixa dos serviços.

Um dica é usar os sistemas desenvolvidos pelas Instituições de Pagamentos de Frete Eletrônicos, como os da PagBem. Por meio dele, as transportadoras emitem com rapidez a ordem de serviço e já liberam o caminhoneiro para fazer a próxima entrega.

O sistema também oferece um bom esquema de roteirização, ajudando o motorista a definir o caminho mais seguro e curto para que as entregas de fim de ano não sofram atrasos e nem sejam motivo de frustrações.

Como a quantidade de entregas é bem maior no fim do ano, os postos credenciados pelas estradas também se tornam uma ajuda valiosa. Isso porque os motoristas podem validar a documentação seguir para a próxima entrega nesses locais, sem ter que voltar para a sede da transportadora com o caminhão vazio, perdendo tempo e combustível.

E, por falar em combustível, a rede de postos credenciados da PagBem oferecem um desconto no abastecimento para os caminhoneiros parceiros da IPFE, viabilizando uma boa redução de custos (confira postos participantes).

Os caminhoneiros também se beneficiam das tecnologias da PagBem, pois têm acesso ao vale-pedágio (via cartão ou TAG) e ao cartão-frete, substituto da carta-frete que pode ser usado nos postos credenciados para pagar despesas em geral, inclusive o abastecimento do veículo.

Com o uso correto da tecnologia todos saem ganhando, principalmente os consumidores que fazem suas compras online no fim de ano!

LEIA TAMBÉM: Como a tecnologia vem transformando a logística?

 

Reduza custos com as soluções da PagBem

Criada em 2015, a PagBem administra fretes e pedágios por meio de uma rede credenciada ampla que atinge diferentes partes do país.

Com a missão de facilitar a administração de frete rodoviário e pedágio, a PagBem oferece soluções financeiras, tecnológicas e de pagamento para toda a cadeia envolvida no transporte, envolvendo caminhoneiros, transportadoras, operadores logísticos e embarcadores.

Para conhecer melhor todas as soluções da PagBem, entre em contato conosco.

Posts recentes

Sinop: 5 locais para você conhecer na região

Sinop: 5 locais para você conhecer na região

Localizada no estado de Mato Grosso, a 500 quilômetros de Cuiabá, a cidade de Sinop é considerada a Capital do Nortão. É reconhecida pelos seus investimentos em tecnologia nas áreas de agricultura, indústria, pecuária e extração socioambiental de madeira. Polo de...

PME no setor logístico: quais os desafios?

PME no setor logístico: quais os desafios?

Diferente das grandes empresas de logística e transportes, que possuem orçamentos elevados para fazer planos com um pouco mais de tranquilidade, aquelas que se encaixam no formato de PME (pequenas e médias empresas) se deparam todos os dias com o desafio de manter os...

MEI Caminhoneiro: quando é vantajoso aderir?

MEI Caminhoneiro: quando é vantajoso aderir?

A nova lei que permite o chamado MEI Caminhoneiro já está em vigor. Agora, motoristas autônomos podem ter um Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) como Microempreendedor Individual. Na prática, a lei complementar 188/2021, assinada no dia 31 de dezembro, permite...

Receba nosso conteudo em primeira mão.