Entenda os benefícios do vale-pedágio

25/08/2021

A chegada do vale-pedágio transformou para melhor a vida dos motoristas de caminhão. O novo sistema separa o cálculo do frete das tarifas de pedágio, o que facilitou muito a rotina dos caminhoneiros e deixou a viagem mais justa e segura, já que não é mais necessário desviar das cabines de cobrança, nem arcar com prejuízo no final do serviço prestado.

A tecnologia tão presente em diferentes processos logísticos também fez toda a diferença quando modernizou – e organizou – o sistema de pagamento de pedágio. Foi o fim das dores de cabeça dos embarcadores e da insatisfação por parte dos caminhoneiros.

Leia a seguir como a chegada do vale-pedágio trouxe facilidades e benefícios para todos os envolvidos.

 

O que é o vale-pedágio?

Primeiro, vamos esclarecer: o vale-pedágio é um cartão ou TAG que o motorista de caminhão recebe da transportadora para pagar as tarifas nas estradas brasileiras.

Com sua implantação, os embarcadores passaram a pagar o valor das tarifas de pedágio separado do frete. Esta determinação nasceu a partir da Lei nº 10.209, em 23 de março de 2001, e mudou a vida dos motoristas de caminhões.

Sete anos depois, a lei do vale-pedágio se tornou obrigatória e ganhou normas por meio da Resolução ANTT nº 2.885, de 09 de setembro de 2008, homologada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

O processo começa quando o embarcador efetua o pagamento do pedágio referente ao serviço de transporte de carga e anexa o comprovante no documento que será entregue ao motorista de caminhão.

A transportadora firma uma parceria com uma Instituição de Pagamento Eletrônico de Frete (IPEF) para implantar o sistema na empresa, carrega o cartão com o valor referente ao pedágio e o motorista inicia sua viagem.

Um exemplo legal é o serviço de vale-pedágio que a PagBem oferece para as transportadoras. Para você entender melhor, vamos aproveitar e enumerar abaixo três diferenciais bem importantes desta solução:

1 – O produto da PagBem é híbrido.

Isso quer dizer que o contratante (no caso, a transportadora) pode escolher efetuar o pagamento via cartão ou TAG. O cliente escolhe o que é melhor para ele e evita qualquer tipo de interrupção na operação do transporte de carga.

2 – O vale-pedágio da PagBem pode ser carregado em postos credenciados.

O caminhoneiro não precisa ir até a filial da transportadora para carregar o cartão e iniciar uma nova viagem. Ele pode facilmente se dirigir a um dos mais de 1.300 postos da PagBem espalhados em lugares estratégias deste nosso país. Esta praticidade reduz a perda da produtividade e dos gastos de deslocamento do condutor com o caminhão vazio.

3 – O saldo não utilizado é devolvido.

É exatamente isto que você leu. O valor que não foi utilizado pelo caminhoneiro pode ser devolvido para o usuário ou contratante sem burocracias. Esta possibilidade vale apenas para a carga feita no cartão.

 

E por que o vale-pedágio é tão bacana para os motoristas de caminhão?

Vale Pedágio PagBem

 

Bem, antes do surgimento da lei as transportadoras definiam o valor do frete e calculavam junto o preço a ser pego de pedágio. Os embarcadores efetuavam o pagamento e os impostos a serem pagos incidiam sobre o valor total (pedágio + frete).

Aí, o valor que chegava às mãos do caminhoneiro era menor, por conta da dedução das taxas fiscais.

Isso quer dizer que parte do valor do pedágio era tirado do frete que o caminhoneiro recebia, fazendo com que seu pagamento pela execução do serviço fosse menor.

Com a lei do vale-pedágio, além de separar os cálculos de frete e de pedágio, os impostos não incidem sobre o valor total, apenas sobre o frete.

Mas, olha, o vale-pedágio oferece outro benefício importantíssimo: a segurança no serviço de transporte de carga.

Sem querer perder ainda mais dinheiro nas transações, os motoristas de caminhões tentavam burlar os pedágios, pegando estradas alternativas para chegar ao destino.

Estes atalhos deixavam os condutores mais expostos aos riscos de roubos e furtos de seus pertences e da carga. Além disso, a mercadoria poderia chegar com avarias até o receptor e o caminhão, por sofrer com estradas clandestinas, corria o risco de ter sua vida útil reduzida.

LEIA MAIS: Nunca foi tão fácil fazer transporte rodoviário de carga

 

Benefícios para toda a cadeia

Não é somente o motorista de caminhão que enxerga vantagem na implantação do vale-pedágio.

Os embarcadores têm a garantia de que o condutor escolherá uma rota segura, uma vez que o valor do pedágio já foi pago e não sairá do bolso dele. Para acompanhar o status do serviço, a contratante pode contar com sistemas de monitoramento de rotas.

E as transportadoras também saem ganhando? Claro que sim! Além de oferecer um serviço mais organizado, consegue reduzir custos na transação e conta com uma parceira que minimiza riscos.

 

Reduza custos com as soluções da PagBem

Criada em 2015, a PagBem administra fretes e pedágios por meio de uma rede credenciada ampla que atinge diferentes partes do país.

Com a missão de facilitar a administração de frete rodoviário e pedágio, a PagBem oferece soluções financeiras, tecnológicas e de pagamento para toda a cadeia envolvida no transporte, envolvendo caminhoneiros, transportadoras, operadores logísticos e embarcadores.

Para conhecer melhor todas as soluções da PagBem, entre em contato conosco.

Posts recentes

Qual a importância dos dados nas operações logísticas?

Qual a importância dos dados nas operações logísticas?

Olhar uma planilha repleta de números pode assustar em um primeiro momento. Mas as empresas que buscam novos caminhos para melhorar suas operações logísticas sabem que a interpretação destes dados é uma atividade que não pode mais ser deixada de lado. Saber analisar...

E-commerce: como melhorar o serviço de transporte de mercadorias

E-commerce: como melhorar o serviço de transporte de mercadorias

Pegar o celular ou notebook e acessar uma página de e-commerce para comprar algum produto ou serviço já faz parte do dia a dia de boa parte dos brasileiros. Afinal de contas, é muito prático dar alguns cliques e esperar a encomenda chegar em casa, não é verdade? Mas...

Preço do diesel: como isso impacta o serviço de transporte rodoviário?

Preço do diesel: como isso impacta o serviço de transporte rodoviário?

Quem trabalha com transporte rodoviário já sabe que o diesel ocupa o topo do ranking na lista de despesas, comendo uma fatia de mais de 50% do orçamento. Mas, há alguns meses, o combustível tem gerado dores de cabeça ainda mais intensas. De janeiro a julho de 2021, já...

Receba nosso conteudo em primeira mão.

Close Bitnami banner
Bitnami