Entenda a relação entre eixos de caminhão, carga e pedágio

06/04/2022

Certamente você já ouviu falar sobre eixos de caminhão. O termo, comum no setor logístico e muito presente nas rodovias brasileiras, determina o quanto de carga cada veículo pode transportar. Mas sua atuação vai além.

Afinal, a configuração dos eixos foi pensada para que o centro de gravidade esteja no local adequado e o peso seja distribuído igualmente. Portanto, conhecer cada um deles é essencial para entender qual é o mais indicado para cada atividade ou demanda. 

 

Eixos de caminhão: o que são e como escolher?

Como o próprio nome sugere, o eixo nada mais é do que um elemento capaz de ligar as rodas de um veículo de uma lateral até a outra, garantindo o equilíbrio e melhor distribuição do peso da carga. 

Para atender a diferentes demandas, há, atualmente, diversos tipos de eixos de caminhão disponíveis no mercado. E são eles quem vão determinar o peso máximo da carga e o valor do pedágio, assim como a frequência de manutenção de itens como pneus e suspensão. 

Não, você não leu errado! Enquanto os carros de passeio pagam uma taxa fixa nos pedágios, independente da carroceria, a tarifa para caminhões varia de acordo com a quantidade de eixos disponíveis. 

 

Tipos de eixos de caminhão

eixos-de-caminhao-como-escolher-eixo-duplo

Existem diferentes modelos e tipos de eixos de caminhão disponíveis no mercado: eles podem ser simples, duplos ou triplos, com capacidade máxima entre seis e 30 toneladas de carga. Confira as particularidades de cada um deles:

  • Eixos simples: indicados para transportes mais leves e fracionados, os eixos simples são aqueles presentes nos veículos urbanos de cargas e destinados a mudanças e entregas de comércio varejistas em geral.
  • Eixos duplos: a estrutura pode ser dupla, com dois eixos e duas rodas em cada extremidade, somando oito pneus; ou tripla, com três eixos e duas rodas em cada extremidade, totalizando 12 pneus.
  • Eixo duplo não tandem: com rodas duplas, assim como o anterior, este tipo de estrutura tem um espaçamento maior e superior a dois metros.
  • Eixo duplo especial tribus: especial, o modelo é formado por dois eixos, sendo um conjunto com quatro rodas e outro com duas, totalizando seis rodas.
  • Eixos triplos: destinados a caminhões grandes que rodam em baixa velocidade e, geralmente, transportam produtos a granel, os eixos de caminhão triplo contam sempre com três composições de rodagem dupla, o que totaliza 12 pneus. 

LEIA MAIS: Quais os tipos de caminhão usados para carga pesada?

 

Valor do pedágio para caminhões com dois ou mais eixos

Como você pôde observar até aqui, existem diferentes tipos de eixos de caminhão disponíveis no mercado. Desenvolvidos para atender a diferentes demandas, a escolha deve ser pautada pelo tipo de viagem, produto transportado e, claro, melhor distribuição da carga.

Dessa forma, além de evitar multas, é possível otimizar o processo de entrega e diminuir os custos para as transportadoras. E por falar em valores, é importante ter em mente que os eixos de caminhão impactam diretamente no tarifário do pedágio. 

Isso porque, no Brasil as taxas são diferentes para quem possui veículos grandes, com dois eixos ou mais. O valor final é, geralmente, o resultado da multiplicação dos seus eixos. Ou seja, caminhões leves, por exemplo, têm a tarifa multiplicada por dois – e assim sucessivamente.

Há, ainda, outro fator que deve ser levado em consideração: as praças de pedágio cobram taxas diferentes em todo o país. Mas, então, como tornar o processo eficiente?

 

Dicas para um transporte mais eficiente

eixos-de-caminhao-dicas-eixo-simples

Embora em um primeiro momento a gestão logística possa parecer desafiadora, o Brasil tem evoluído a passos largos quando o assunto é automação e eficiência.

No site da ANTT, por exemplo, é possível verificar os valores de acordo com cada tipo de automóvel, o que facilita na hora de calcular o pedágio. Paralelamente, atualmente já existem soluções inovadoras que são capazes de analisar a melhor rota ou forma de deslocamento com base no tipo de produto a ser transportado, distância e modelo do veículo.

Por fim, mas não menos importante, desde 2001 a lei brasileira determinou o pagamento do vale-pedágio – um cartão ou TAG que o motorista recebe da transportadora para pagar as tarifas nas estradas brasileiras, de forma separada do frete.

A fim de automatizar o processo e torná-lo ainda mais fácil, as transportadoras firmam uma parceria com uma Instituição de Pagamento Eletrônico de Frete (IPEF), como a PagBem, para carregar o cartão com o valor do pedágio, permitindo que o motorista inicie sua viagem despreocupado.

Vale lembrar que o sistema da PagBem também ajuda na gestão do frete, por meio do cartão-frete, que substitui a carta-frete e facilita o dia a dia do motorista, aumentando a segurança e evitando que ele trafegue com dinheiro vivo pelas estradas.

LEIA TAMBÉM: Entenda as diferentes categorias do transporte de cargas

 

Reduza custos com as soluções da PagBem

Criada em 2015, a PagBem administra fretes e pedágios por meio de uma rede credenciada ampla que atinge diferentes partes do país.

Com a missão de facilitar a administração de frete rodoviário e pedágio, a PagBem oferece soluções financeiras, tecnológicas e de pagamento para toda a cadeia envolvida no transporte, envolvendo caminhoneiros, transportadoras, operadores logísticos e embarcadores.

Para conhecer melhor todas as soluções da PagBem, entre em contato conosco.

Posts recentes

Logística reversa: você sabe como funciona?

Logística reversa: você sabe como funciona?

Você certamente já ouviu falar em logística reversa, conceito que tem ganhado cada vez mais força no mercado mundial - especialmente no setor industrial e de transporte de mercadorias.  Em um cenário cada vez mais globalizado e competitivo, manter o equilíbrio entre a...

Festas juninas e a importância do serviço de transporte

Festas juninas e a importância do serviço de transporte

Poucas celebrações no Brasil são tão aguardadas quanto a festa junina. Ainda mais este ano, que marca o retorno das quermesses depois de um longo período sem festejos por causa da pandemia de Covid-19. No nordeste, onde a festa de São João é tradicional – e patrimônio...

Armazenagem e transporte de carga: como alinhar os dois processos?

Armazenagem e transporte de carga: como alinhar os dois processos?

Você já parou para pensar no quão importante é o processo de armazenagem da carga? Ou, ainda, em como uma equipe integrada pode fazer toda a diferença na operação logística como um todo? O setor de transporte de carga é conhecido por sua complexidade, uma vez que é...

Receba nosso conteudo em primeira mão.

For security verification, please enter any random two digit number. For example: 91