Entenda as diferentes categorias do transporte de cargas

06/10/2021

O bom desempenho no transporte de cargas depende, entre outros fatores, da escolha do prestador do serviço. Afinal de contas, é importante que a transportadora ofereça as melhores soluções, motoristas preparados e veículos adequados de acordo com cada tipo de mercadoria.

A gente sabe como o setor de transporte de cargas precisa de regularização e de modernização. E as leis homologadas pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) têm ajudado nisso, embora ainda tenha muito a fazer.

Uma das medidas para reduzir a informalidade de parte das empresas que atuam com transporte de cargas foi a Lei nº 11.442/2007, que vem sendo atualizada ao longo dos anos.

De forma geral, ela enquadra pessoas físicas e jurídicas em três diferentes categorias: Transportador Autônomo de Cargas (TAC), Empresa de Transporte Rodoviário de Cargas (ETC) e Cooperativa de Transporte Rodoviário de Cargas (CTC), com obrigações específicas em cada uma para a legalização.

 

Conheça as principais categorias do transporte de cargas

Na tentativa de organização, a ANTT passou a disponibilizar diferentes modelos de empresas para realização do transporte de cargas, para os embarcadores escolherem a parceira mais adequada para cada situação.

Separamos aqui três principais categorias de empresas de transporte de cargas para acabar com as dúvidas e facilitar a tomada de decisão de qual delas contratar.

TACTransportador Autônomo de Cargas

É a pessoa física, no caso o caminhoneiro que exerce como profissão o transporte de cargas rodoviário. É quando a embarcadora contrata diretamente uma pessoa para movimentar mercadorias de um lugar para outro.

O caminhoneiro é o dono do negócio e trata diretamente com a embarcadora os detalhes do serviço a ser prestado, inclusive o valor do frete.

TAC Equiparado

É a empresa que possui uma frota de até três veículos de transporte de cargas devidamente legalizados no Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTRC).

No TAC Equiparado, o caminhoneiro agrega seu veículo à uma transportadora. Ou seja, ele coloca o caminhão à disposição das atividades de movimentação e distribuição de cargas realizadas por uma empresa.

Nesta modalidade, o caminhoneiro deixa de ser autônomo e passa a trabalhar vinculado a uma transportadora. Portanto, a negociação passa a ser feita com a empresa e não apenas com o caminhoneiro.

Quando não está trabalhando vinculado à transportadora, ele pode realizar trabalhos autônomos de transporte de cargas.

ETC – Empresa de Transporte Rodoviário de Cargas

É a empresa que possui como atividade principal o transporte de cargas rodoviário. Nesta descrição, também se enquadram as CTCs (Companhias de Transporte de Cargas), que são as pequenas e médias empresas.

 

O uso da tecnologia no transporte de cargas

A legalização das empresas de transporte de cargas beneficia todo o setor e vem acompanhada de outro recurso: a tecnologia. Afinal, não há modernidade sem uso de tecnologia, não é?

E esta inovação começa nas transações comerciais. A transportadora que utiliza sistemas de Instituições de Pagamento Eletrônico de Frete (IPEFs), como o da PagBem, pode emitir rapidamente a ordem de serviço e o CIOT. Este Código Identificador da Operação de Transporte não apenas valida e libera o serviço de transporte de cargas a ser realizado como comprova a legalidade da TAC, ETC ou CTC que foi contratada.

A PagBem oferece outras soluções que podem ser facilmente gerenciadas na plataforma: o cartão-frete e o vale-pedágio. No cartão-frete fica depositado o valor pago pela prestação do serviço para que o caminhoneiro possa pagar suas despesas (alimentação, produtos para o veículo) e abastecer, ou seja, fazer toda a gesto de forma rápida e fácil. Inclusive, diversos postos credenciados oferecem um desconto por litro de diesel para os motoristas que usam o cartão da PagBem.

Já com o vale-pedágio, como o próprio nome diz, é um cartão ou TAG que é disponibilizado para o caminhoneiro pagar os seus pedágios e seguir sua viagem com tranquilidade.

O sistema desenvolvido pela PagBem pode ser integrado com ERP ou TMS, o que facilita ainda mais a rotina das empresas de transporte de cargas que buscam legalização e inovação em seus serviços.

LEIA MAIS: Pagamentos eletrônicos fortalecem as relações comerciais na logística

 

Reduza custos com as soluções da PagBem

Criada em 2015, a PagBem administra fretes e pedágios por meio de uma rede credenciada ampla que atinge diferentes partes do país.

Com a missão de facilitar a administração de frete rodoviário e pedágio, a PagBem oferece soluções financeiras, tecnológicas e de pagamento para toda a cadeia envolvida no transporte, envolvendo caminhoneiros, transportadoras, operadores logísticos e embarcadores.

Para conhecer melhor todas as soluções da PagBem, entre em contato conosco.

Posts recentes

O papel da logística no desenvolvimento das indústrias siderúrgicas

O papel da logística no desenvolvimento das indústrias siderúrgicas

As indústrias siderúrgicas oferecem suporte para diferentes setores, do automobilístico ao da construção civil. São as indústrias siderúrgicas que fornecem materiais para a fabricação de veículos de transporte e eletrodomésticos, construção de edifícios, manutenção...

Postos de combustível: quais as vantagens de se filiar a uma IPEF?

Postos de combustível: quais as vantagens de se filiar a uma IPEF?

Durante o transporte de mercadorias pelas rodovias brasileiras, os grandes parceiros dos caminhoneiros são os postos de combustível. Muito mais do que um local para simplesmente abastecer o veículo, é lá que os motoristas fazem suas pausas para repor as energias, se...

Como otimizar a distribuição de peças no setor automotivo

Como otimizar a distribuição de peças no setor automotivo

A logística no setor automotivo precisa ser exemplar. Para manter as metas de reduzir estoques e evitar desperdícios, as fabricantes precisam contar com fornecedores e transportadoras que entendam perfeitamente a cadeia de distribuição e que entrem no fluxo da forma...

Receba nosso conteudo em primeira mão.

Close Bitnami banner
Bitnami