Dicas de segurança para carga e descarga de caminhão

07/09/2022

por | set 7, 2022 | Caminhões, Dicas, Logística, Transporte

A forma como o processo de carga e descarga de caminhão é conduzido diz muito sobre a segurança e a qualidade dos produtos e da entrega em si. Afinal, é neste momento em que os produtos estão mais expostos a avarias – e os motoristas e carregadores a acidentes de trabalho.

Não à toa, este é um tema que interessa a todos: da indústria ao agente logístico, passando por caminhoneiros e outros profissionais. Afinal, por mais que esta seja uma atividade rotineira, ela é, também, uma das menos produtivas e mais perigosas. Um antagonismo que reforça a importância da precisão e do cuidado com os fluxos e burocracias.

E por falar em burocracia, você sabia que existem normas regulamentadoras que definem as regras de segurança durante a carga e descarga de caminhão? A NR-11, por exemplo, reforça algumas diretrizes em relação à armazenagem, ao transporte e ao manuseio de materiais.

A regulamentação também ajuda a estabelecer um limite de peso ou carga máxima, garantindo, ainda, que os caminhões sejam conduzidos apenas por profissionais treinados e/ou habilitados para aquela função. 

Um jeito simples – e eficiente – de garantir a segurança no transporte e reduzir as chances de avarias no material transportado.

 

Riscos do processo de carga e descarga de caminhão

Quem conhece a cadeia logística sabe: o trabalho de carga e descarga envolve muitos riscos, tanto para as cargas quanto para os colaboradores. Estes, por sua vez, devem ser identificados e prevenidos de maneira correta. 

Do armazenamento à queda no ato de carga e a descarga, confira quais são os três principais problemas:

 

Atrasos e imprevistos 

O Brasil detém uma das maiores malhas rodoviárias do mundo, mas isso não significa que as estradas são boas, não é mesmo? O mau tempo, pistas em péssimas condições e motoristas imprudentes são alguns dos exemplos de problemas que podem acontecer no transporte de cargas.

Por isso, é essencial sempre acomodar os produtos da forma correta e planejar melhor as rotas, buscando opções mais fluidas e com as melhores condições.

 

Sobrecarga

Conforme mencionamos anteriormente, há uma norma regulamentadora que estabelece o peso ideal para cada tipo de carga. E isso é crucial para que os materiais cheguem ao destino em segurança e com a qualidade desejada – e para que o motorista também esteja seguro. 

Mercadorias mal acomodadas ou excesso de carga são frequentes causas de acidentes, como o tombamento de veículo. Elas devem estar sempre organizadas de forma estratégica, evitando que balancem e, principalmente, otimizando o tempo durante a carga e descarga. 

carga-e-descarga-dicas-de-seguranca-transporte

LEIA MAIS: Entenda a relação entre eixos de caminhão, carga e pedágio

 

Ausência de profissionais capacitados

Muitos acidentes acontecem porque a equipe nem sempre está apta a realizar o processo de carga e descarga em segurança. E é aí que mora o perigo: cargas posicionadas da forma errada, sobrepeso nos caminhões e veículos inseguros.

Isso sem falar nos acidentes causados pela queda de produtos durante o processo, que podem ser fatais para motoristas e operadores. Assim, é importante que além de uma capacitação específica, os profissionais utilizem EPIs como cinturões, luvas, trava-quedas retráteis e/ou talabartes. 

Juntos, eles permitem que os colaboradores se movimentem em segurança e consigam acondicionar e amarrar melhor a carga.

LEIA TAMBÉM: Lona para caminhão: como escolher a mais adequada?

Embora a movimentação de cargas pelas estradas brasileiras contemple alguns riscos, uma gestão logística eficiente – e bem planejada – pode ajudar a minimizá-los. 

Identificar e avaliar os riscos, otimizar e profissionalizar o processo de carga e descarga, por exemplo, ajudam as transportadoras a operarem com mais segurança e alta performance. 

O mesmo vale para um bom planejamento de rotas, com sistemas integrados e inteligentes, que agilizam a logística em geral.

Este serviço de otimização de rotas está disponível na solução que a PagBem desenvolveu para as transportadoras. Além de ajudar os motoristas a serem mais produtivos e trabalharem com segurança, o sistema facilita a emissão do CIOT e faz gestão do cartão-frete e do vale-pedágio, tudo de forma ágil e segura.

CONTINUE LENDO: Quais os tipos de caminhão usados para carga pesada?

 

Reduza custos com as soluções da PagBem

Criada em 2015, a PagBem administra fretes e pedágios por meio de uma rede credenciada ampla que atinge diferentes partes do país.

Com a missão de facilitar a administração de frete rodoviário e pedágio, a PagBem oferece soluções financeiras, tecnológicas e de pagamento para toda a cadeia envolvida no transporte, envolvendo caminhoneiros, transportadoras, operadores logísticos e embarcadores.

Para conhecer melhor todas as soluções da PagBem, entre em contato conosco.

Posts recentes

Como fazer o transporte de carga valiosa?

De objetos de alto valor monetário, como joias e pedras preciosas, a obras de arte, produtos tecnológicos sensíveis ou outros itens de grande importância, o transporte de carga valiosa demanda uma operação logística complexa. Afinal, é imprescindível garantir a...

Outsourcing de transporte de carga: vale a pena?

O outsourcing de transporte de carga pode ser um grande aliado para os negócios. A prática, que vem ganhando cada vez mais espaço nos últimos anos, consiste, basicamente, em transferir tarefas e operações para um terceiro. A terceirização, aliás, é uma tendência do...

Transporte Rodoviário de Cargas Internacionais: como funciona

O transporte rodoviário de cargas internacionais desempenha um papel crucial para a economia brasileira, com impacto direto também na produção dos países vizinhos. Estima-se que mais de 48 mil caminhões percorrem a América do Sul diariamente, sendo esta modalidade a...

Categorias