Como funciona a logística da pecuária leiteira?

19/10/2022

por | out 19, 2022 | Dicas, Logística, Transporte

A pecuária leiteira tem ocupado posição de destaque na economia brasileira. Somos, atualmente, o terceiro maior produtor de leite do mundo. Embora o mercado de laticínios tenha uma importância significativa para a economia e a geração de empregos, há um desafio enorme em relação à logística.

Transportar milhares de litros de leite e seus derivados com a qualidade necessária exige uma gestão eficiente de toda a cadeia de suprimentos. O processo, aliás, é bastante complexo por si só. Para chegar ao consumidor final, o leite passa por diferentes etapas:

  • Primeiro é ordenhado e mantido em um resfriador, antes de ser recolhido pela indústria; 
  • Depois passa por um processo de pasteurização e envasamento;
  • Por fim é encaminhado para uma distribuidora, que se encarrega de entregar o produto aos centros de comércio.

Isso sem contar que o processo possui uma série de variáveis, como alterações de horário na ordenha e na coleta, (in)disponibilidade do leite, problemas com a capacidade de armazenamento, falta de produção, impedimentos físicos e de qualidade, entre outros.

Nesse cenário, conhecer as boas práticas de mercado e contar com a tecnologia e um bom parceiro logístico é essencial na pecuária leiteira.

 

Desafios da pecuária leiteira

Existem diferentes tipos de caminhões no mercado. No caso do transporte de líquidos, como o leite, o ideal é contar com um veículo de frete com tanque de aço ou outro tipo de carroceria – truck ou carreta. 

LEIA MAIS: Entenda a relação entre eixos de caminhão, carga e pedágio

Porém, mais do que escolher o modelo ideal, é preciso ter cautela em outras frentes. Atualmente, a principal preocupação do setor de pecuária leiteira é garantir a rastreabilidade do leite cru, desde sua captação até a recepção – e esta é, inclusive, uma das etapas mais suscetíveis a fraudes e falhas operacionais.

Dessa forma, o processo logístico deve considerar o acompanhamento das condições de trabalho, de rotas e de limpeza do veículo que realiza a coleta e transporte do leite. 

A perecibilidade do produto torna tudo mais desafiador – as coletas de leite, por exemplo, devem respeitar o limite máximo de 48 horas.

LEIA TAMBÉM: Logística de alimentos perecíveis: quais os principais cuidados

transporte-de-leite-pecuária-de-leite

Para otimizar o transporte, muitos produtores têm apostado na terceirização dos serviços e na tecnologia como aliada. Afinal, quanto mais eficiente for a gestão logística, menores serão as perdas.

Um dos grandes ganhos nesse sentido é a previsibilidade da chegada do veículo e o consequente alinhamento com os horários de ordenha e coleta, o que permite evitar o trânsito nas plataformas de carregamento e reduzir o tempo de descarga. Em outras palavras, garante mais agilidade nos processos e menor risco de contaminação.

A automatização traz outras vantagens, uma vez que permite uma visibilidade maior do processo como um todo – do planejamento inicial às ocorrências e desvios, por exemplo. Além, é claro, de ser possível traçar uma rota mais adequada àquele tipo de transporte, evitando buracos, deslocamentos em horários muito quentes, entre outros.

Neste momento, é importante contar com sistemas de planejamento de rota. A PagBem possui este recurso, otimizando o dia a dia das empresas e aumentando a segurança da carga e dos motoristas. 

A solução desenvolvida pela PagBem também agiliza a emissão da ordem de serviço com o CIOT e regulariza as despesas dos caminhoneiros por meio do cartão-frete e do vale-pedágio. Vale a pena conferir!

 

Reduza custos com as soluções da PagBem

Criada em 2015, a PagBem administra fretes e pedágios por meio de uma rede credenciada ampla que atinge diferentes partes do país.

Com a missão de facilitar a administração de frete rodoviário e pedágio, a PagBem oferece soluções financeiras, tecnológicas e de pagamento para toda a cadeia envolvida no transporte, envolvendo caminhoneiros, transportadoras, operadores logísticos e embarcadores.

Para conhecer melhor todas as soluções da PagBem, entre em contato conosco.

Posts recentes

Símbolos nas embalagens e o cuidado no transporte

Você já deve ter notado que as caixas de papelão vêm, geralmente, acompanhadas de figuras. De extrema importância para o processo logístico, os símbolos nas embalagens ajudam a garantir que as mercadorias cheguem ao seu destino intactas e prontas para uso. Mas, para...

Monitoramento de entregas: quais as vantagens?

O monitoramento de entregas é essencial para empresas que desejam garantir a segurança e a eficiência de suas operações – e alcançar um alto nível de excelência e satisfação dos clientes. Por meio de tecnologias avançadas, é possível rastrear em tempo real a...

O que fazer em Araranguá?

A região sul do Brasil conta com aproximadamente 18.475 quilômetros de estradas – e centenas de cidades, grandes e pequenas. É o caso de Araranguá, localizada no extremo sul do estado, a 218 quilômetros da capital, Florianópolis. Em uma região estratégica, o município...

Categorias