Como fazer uma boa gestão de riscos no setor de TRC?

16/08/2023

por | ago 16, 2023 | Dicas

Em um mercado cada vez mais competitivo e dinâmico, estabelecer uma boa gestão de riscos é essencial para garantir a perenidade dos negócios. Quanto mais eficientes e estruturados forem os processos e, consequentemente, a capacidade de eliminar as ameaças, maiores também são as chances de um crescimento sólido, saudável e sustentável.

No segmento logístico, inclusive. Das falhas operacionais aos danos à carga, passando por roubo de mercadorias e atraso nas entregas, as ameaças e os fatores internos e externossão uma realidade e afetam os negócios em diferentes níveis.

Da mesma forma, as oportunidades também se apresentam e saber como aproveitá-las pode ser um diferencial. Por isso, a melhor forma de lidar com qualquer negócio, independentemente do tamanho ou nicho, é justamente por meio da gestão de riscos.

O processo, como o próprio nome sugere, visa controlar as ameaças e oportunidades, contribuindo para a transparência organizacional e o uso eficiente dos recursos. Não à toa, é uma das maiores aliadas para o crescimento sustentável em qualquer segmento.

LEIA MAIS: Por que é importante aplicar conceitos de ESG na logística?

 

O que é gestão de riscos?

Quando falamos em negócios, o planejamento é a base de tudo. Identificar e avaliar as situações – positivas ou negativas – com antecedência, por exemplo, permite que a organização esteja apta a tomar decisões mais acertadas quando um problema surgir. E esse é, justamente, o princípio da gestão de riscos.

Seja para evitar perdas ou para gerar valor, a gestão de riscos consiste em um conjunto de ações estratégicas que visam antecipar situações que possam comprometer o negócio. Em outras palavras, a sistemática busca identificar, controlar e conduzir os riscos e vulnerabilidades do negócio, oferecendo condições para que os efeitos negativos sejam minimizados ou eliminados.

Além disso, quando bem-feito, esse gerenciamento contribui para o uso eficiente dos recursos, fortalecendo a marca e aumentando a produtividade.

No segmento de transporte rodoviário de cargas, especificamente, a ferramenta pode ajudar a tornar os processos ainda mais inteligentes e reduzir as falhas, uma vez que é capaz de administrar toda cadeia de movimentação, do transporte à distribuição e armazenamento das cargas.

Uma vez que avalia os fatores internos e externos dos negócios, o processo apresenta também uma visão macro das oportunidades, garantindo que estas sejam exploradas e aproveitadas corretamente.

LEIA TAMBÉM: Gestão de custos: como usar a tecnologia para agilizar o processo?

 

Importância da gestão de riscos no TRC

gestao-de-risco-no-trc

O número de acidentes com caminhões nas estradas brasileiras é alto, principalmente quando lidamos com cargas perigosas. Mas os riscos inerentes ao transporte rodoviário de cargas vão além.

É preciso considerar, por exemplo:

  • Os altos índices de roubos de cargas e veículos;
  • As fraudes, extravios e avarias de mercadorias;
  • A falta de manutenção;
  • Multas e problemas com sobrecargas;
  • Armazenamento incorreto;
  • Atrasos e assim por diante.

Além disso, os cenários variam de acordo com o tipo de carga transportada.

Portanto, contar com um bom sistema de gestão de riscos deixou de ser uma possibilidade: agora, quem quer se destacar no mercado precisa investir em sistemas inteligentes e integrados que auxiliam na prevenção.

Do rastreamento de cargas à roteirização, um bom programa de gestão de riscos deve considerar diferentes áreas e etapas do processo: coleta, armazenamento, distribuição e entrega.

Ou seja, o sistema deve ser capaz de controlar a jornada e o trajeto dos motoristas, armazenar notas fiscais e documentos de transporte e centralizar os pagamentos e informações sobre manutenção de caminhões, por exemplo.

Destaque também para a contratação de um serviço de seguro de carga, uma forma ampliar os cuidados com a mercadoria que está sendo transportada e oferecer mais tranquilidade para a embarcadora contratante.

Embora funcione, prioritariamente, como uma ferramenta de prevenção de perdas, o gerenciamento, quando feito corretamente, permite o controle dos processos e, consequentemente, a coleta e troca de informações essenciais para a segurança logística, tomada de decisões assertivas e desenvolvimento dos negócios.

CONTINUE LENDO: Como aplicar o compliance no transporte rodoviário?

 

Reduza custos com as soluções da PagBem

Criada em 2015, a PagBem intermedia os pagamentos de frete e pedágio entre transportadoras e embarcadores. Por meio de um sistema totalmente otimizado, atende diferentes demandas logísticas do modal rodoviário, entre elas a roteirização inteligente do melhor caminho que sua carga fará e o cálculo de custo de pedágio a ser pago.

Também conta com uma ampla rede credenciada, onde é possível entregar suas documentações de viagens realizadas, obter descontos exclusivos no preço do diesel e realizar saques com tarifas a preços acessíveis.

Temos mensalidades que cabem no seu bolso! Venha conferir, entre em contato e seja PagBem você também!

 

Posts recentes

Símbolos nas embalagens e o cuidado no transporte

Você já deve ter notado que as caixas de papelão vêm, geralmente, acompanhadas de figuras. De extrema importância para o processo logístico, os símbolos nas embalagens ajudam a garantir que as mercadorias cheguem ao seu destino intactas e prontas para uso. Mas, para...

Monitoramento de entregas: quais as vantagens?

O monitoramento de entregas é essencial para empresas que desejam garantir a segurança e a eficiência de suas operações – e alcançar um alto nível de excelência e satisfação dos clientes. Por meio de tecnologias avançadas, é possível rastrear em tempo real a...

Categorias