Transporte de carga a granel: como fazer?

17/01/2024

por | jan 17, 2024 | Transporte

O transporte de carga a granel exige atenção pela sua complexidade. De grãos a frutas e verduras, este tipo de mercadoria contempla, também, madeira, pedras, manganês, bauxita, enxofre e animais vivos.

Em sacas, caixas, fardos, tambores ou engradados, os produtos – geralmente de origem agrícola – são transportados em seu estado natural, sem recipientes ou embalagens. Práticos, ecológicos e econômicos, os produtos a granel ajudam a reduzir os resíduos, aumentando a eficiência de recursos e atuando diretamente na redução de emissões.

Mas, se de um lado está o consumo responsável e o apoio à economia local, do outro desponta o desafio de uma logística eficiente.

 

Tipos de carga a granel

As particularidades compreendem não apenas o manuseio e transporte, mas também a documentação. Em um país onde o agronegócio exporta mais de US$ 13,55 bilhões, com destaque para as commodities como soja, milho, petróleo bruto e outros minérios, conhecer e entender todas as etapas e demandas do transporte de carga a granel é essencial para manter a economia girando.

Existem dois diferentes tipos de carga a granel:

  • Líquida, como água, combustíveis refinados, óleos e sucos;
  • Sólida, relacionada aos grãos e comumente transportada solta em contêineres.

O tipo de produto, aliás, definirá o modelo do caminhão e servirá como base para o planejamento logístico.

LEIA MAIS: Conheça os tipos de carrocerias que transitam pelo Brasil

Grande parte do transporte de carga a granel é feito pelo modal rodoviário, especialmente porque a produção agrícola é mais afastada e distante dos portos. Para garantir a segurança dos grãos – ou de qualquer outro produto –, é recomendada a utilização de caminhões truck, como bitrens e carretas. Mas, não apenas!

Utilizado para transportar materiais sólidos a granel, como areia, cascalho, terra, pedras, entre outros, o caminhão basculante possui uma caçamba que facilita o carregamento e a descarga dos produtos, sendo ideal para este fim. O mesmo procedimento vale para o caminhão graneleiro, que foi projetado especificamente para o transporte de grãos e outros produtos a granel sólidos.

O transporte de carga a granel líquida, por sua vez, deve ser realizado por caminhões pipa, tanque – projetados para evitar vazamentos e garantir a segurança do transporte – ou cisterna. Este último, aliás, é ideal para mercadorias mais sensíveis, como produtos químicos perigosos.

LEIA TAMBÉM: Cuidados no transporte de cimento

 

Dicas para garantir o transporte de carga a granel seguro

transporte-de-carga-a-granel-cuidados

Ao mesmo tempo em que é comum, o transporte de carga a granel é complexo e demanda veículos e cuidados especiais. Afinal, qualquer erro pode acarretar na perda significativa durante a movimentação.

Muito além do tipo de caminhão a ser utilizado, o transporte deste tipo de mercadoria deve considerar alguns outros detalhes, que incluem a natureza específica da carga, bem como as condições operacionais e requisitos de segurança.

O cenário exige a contratação de uma transportadora especializada e profissionais qualificados, preparados para atender à demanda e realizar a carga e descarga de forma segura. Além de mitigar as perdas, o apoio profissional traz ganhos também em relação à transparência e adequação às regulamentações locais e internacionais.

Diferentemente de outros processos logísticos, o transporte de carga a granel é regido por uma série de normas. A lista de documentações exigidas também é extensa, de modo que contar com soluções integradas voltadas para a automatização e padronização de processos também pode facilitar o dia a dia.

Conhecer mais a fundo sobre o transporte de carga a granel é importante para quem trabalha diariamente com este tipo de mercadoria; saber mais sobre sistemas inteligentes, como a PagBem também, especialmente para quem busca tornar os processos logísticos mais eficientes para os negócios.

CONTINUE LENDO: Como evitar perdas no transporte de arroz?

 

Reduza custos com as soluções da PagBem

Criada em 2015, a PagBem intermedia os pagamentos de frete e pedágio entre transportadoras e embarcadores. Por meio de um sistema totalmente otimizado, atende diferentes demandas logísticas do modal rodoviário, entre elas a roteirização inteligente do melhor caminho que sua carga fará e o cálculo de custo de pedágio a ser pago.

Também conta com uma ampla rede credenciada, onde é possível entregar suas documentações de viagens realizadas, obter descontos exclusivos no preço diesel e realizar saques com tarifas a preços acessíveis.

Temos mensalidades que cabem no seu bolso! Venha conferir, entre em contato e seja PagBem você também!

Posts recentes

Símbolos nas embalagens e o cuidado no transporte

Você já deve ter notado que as caixas de papelão vêm, geralmente, acompanhadas de figuras. De extrema importância para o processo logístico, os símbolos nas embalagens ajudam a garantir que as mercadorias cheguem ao seu destino intactas e prontas para uso. Mas, para...

Monitoramento de entregas: quais as vantagens?

O monitoramento de entregas é essencial para empresas que desejam garantir a segurança e a eficiência de suas operações – e alcançar um alto nível de excelência e satisfação dos clientes. Por meio de tecnologias avançadas, é possível rastrear em tempo real a...

Categorias