Protagonismo feminino: como anda a participação das mulheres no TRC?

08/03/2023

por | mar 8, 2023 | Caminhoneiras

 

O protagonismo feminino ainda não é uma realidade consolidada no mercado – e, infelizmente, está longe de ser. Embora tenhamos registrado avanços importantes nesse sentido, especialmente se olharmos para algumas décadas atrás, as mulheres seguem enfrentando diariamente desafios estruturais no que se refere à igualdade de gênero e salarial.

Para mudar essa realidade, é importante que o público feminino se conscientize do seu papel e direitos. Mas, principalmente, que as organizações se preocupem, de fato, com a diversidade e a inclusão. Além de impactar positivamente os negócios, essa mudança pode contribuir para transformações mais amplas em diversos setores.

E, ao que parece, o setor logístico já entendeu o recado. A Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), relatório de informações socioeconômicas solicitado pelo Ministério do Trabalho brasileiro, revelou que a participação de mulheres de 30 a 49 anos em cargos de gerência e diretoria no setor formal de TRC aumentou de 32,3% e 31,9%, respectivamente, em 2003 para 39,2% e 42,4% em 2017.

Do mesmo modo, o Índice de Igualdade de Gênero (GEI, de Bloomberg Gender-Equality Index, em inglês) de 2020 revelou que, das 325 empresas pesquisadas, 39% têm metas públicas para aumentar a liderança feminina.

 

Aos poucos, setor de TRC tem percebido o valor do protagonismo feminino

Ao longo das décadas, as mulheres foram conquistando aos pouquinhos seu espaço dentro do setor logístico e TRC. A conquista de uma mulher era, é e sempre será sinônimo de representatividade para quem jamais se imaginariam ocupando um cargo num ambiente fortemente masculino.

Atentas ao empenho das mulheres, as empresas do setor têm dado seu incentivo. Na Fenatran 2022, por exemplo, a Mercedes-Benz apresentou o Mercedes-Benz Actros 2651 Estrela Delas, um caminhão projetado por engenheiras da filial do Brasil.

O veículo não estava à venda, mas serviu para mostrar que as mulheres já vêm tomando conta da direção. O caminhão é o primeiro do país com banheiro. Também possui porta-maquiagem, camarim, espaço para bicicleta, geladeira, fogão e duas camas.

Outra iniciativa importante é a Formação de Mulheres para o Transporte de Cargas lançada pelo SEST/SENAT em 2022. As aulas gratuitas formam o público feminino que possuem CNH nas categorias C, D ou E para atuar com veículos truck e/ou articulados.

 

Importância do protagonismo feminino no TRC

mulheres-no-trc

O transporte rodoviário de cargas (TRC) ainda é considerado majoritariamente masculino, conforme dados de um estudo do Instituto Paulista do Transporte de Carga (IPTC) apresentado pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas de São Paulo e Região (SETCESP).

Embora 66% dos colaboradores das transportadoras sejam homens – e 73% dos cargos de liderança executiva sejam ocupados por eles – o cenário está mudando gradativamente. E para melhor.

Empresas, entidades e instituições do setor têm percebido a importância de um ambiente mais diverso e igual, onde exista, de fato, um protagonismo feminino.

As diferentes visões de mundo, experiências e pensamentos, por exemplo, podem agregar aos negócios, com retorno em termos de inovação, de empatia, de produtividade e de lucratividade. Mais do que isso, a percepção e olhar dos stakeholders sobre quem investe – ou deixa de investir – no assunto também se tornou um fator decisivo.

Ainda assim, o caminho para garantir o protagonismo feminino no setor de TRC é longo. Dados revelam, por exemplo, que em 2021 foram registradas 13.741 contratações femininas, contra 125 mil masculinas.

Para mudar essa realidade, as transportadoras têm apostado em programas e projetos para atingir essa igualdade de gênero em todas as frentes. A ideia é, justamente, estimular cada vez mais a presença e contratação de mulheres no segmento.

Até aqui, o avanço é inegavelmente expressivo, muito embora as áreas internas registrem um número maior de funcionárias mulheres do que o operacional. Para os próximos anos, a expectativa também é boa, mas para alcançar o protagonismo feminino no setor, é preciso investir, ainda mais, em soluções, treinamento e capacitação de mulheres.

 

Reduza custos com as soluções da PagBem

Criada em 2015, a PagBem intermedia os pagamentos de frete e pedágio entre transportadoras e embarcadores. Por meio de um sistema totalmente otimizado, atende diferentes demandas logísticas do modal rodoviário, entre elas a roteirização inteligente do melhor caminho que sua carga fará e o cálculo de custo de pedágio a ser pago.

Também conta com uma ampla rede credenciada, onde é possível entregar suas documentações de viagens realizadas, obter descontos exclusivos no preço diesel e realizar saques com tarifas a preços acessíveis.

Temos mensalidades que cabem no seu bolso! Venha conferir, entre em contato e seja PagBem você também!

Posts recentes

Símbolos nas embalagens e o cuidado no transporte

Você já deve ter notado que as caixas de papelão vêm, geralmente, acompanhadas de figuras. De extrema importância para o processo logístico, os símbolos nas embalagens ajudam a garantir que as mercadorias cheguem ao seu destino intactas e prontas para uso. Mas, para...

Monitoramento de entregas: quais as vantagens?

O monitoramento de entregas é essencial para empresas que desejam garantir a segurança e a eficiência de suas operações – e alcançar um alto nível de excelência e satisfação dos clientes. Por meio de tecnologias avançadas, é possível rastrear em tempo real a...

Categorias