Preço do diesel: como isso impacta o serviço de transporte rodoviário?

01/09/2021

Quem trabalha com transporte rodoviário já sabe que o diesel ocupa o topo do ranking na lista de despesas, comendo uma fatia de mais de 50% do orçamento. Mas, há alguns meses, o combustível tem gerado dores de cabeça ainda mais intensas.

De janeiro a julho de 2021, já foram oito (oito!) aumentos dos combustíveis nas bombas. E o diesel, responsável por movimentar os caminhões pelas estradas brasileiras, acumulou alta de mais de 43% no período.

Assim como acontece em todos os setores da economia, a disparada dos preços dos combustíveis acaba pesando no bolso de todo mundo. Com isso, as transportadoras precisam repassar os valores para os clientes embarcadores, e o valor do frete vai ficando cada vez mais salgado.

Esta seria a lógica, certo? Porém, é preciso se planejar para não espantar a clientela. Estamos todos nos recuperando de uma crise provocada pela pandemia da Covid-19 e, neste momento, é necessário saber dividir as consequências, em vez de apenas repassá-las, de forma que embarcadores e transportadoras consigam manter seus negócios funcionando.

 

O que está acontecendo? Por que o diesel está aumentando tanto?

Bem, resumidamente, precisamos lembrar que o ano de 2020 foi marcado por uma pandemia mundial, que resultou no fechamento de comércios, isolamento social e menos pessoas transitando pelas ruas. Com a chegada das vacinas, a movimentação nas ruas do Brasil e do mundo está sendo retomada aos pouquinhos.

Aí, a demanda pelos barris de petróleo, que até então estava baixinha, por causa da redução de veículos nas ruas, disparou. O preço do diesel subiu absurdamente e, claro, o valor é sempre repassado ao consumidor.

Vale lembrar que, no Brasil, os combustíveis recebem o acréscimo de outras substâncias ao sair da refinaria – no caso do diesel, o biodiesel, na proporção de 12%, – o que já encarece o produto.

Parte do preço ainda reflete o valor cobrado pela Petrobras na refinaria, que toma como base a cotação internacional e o câmbio.

Soma-se a esse valor a Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide), que é partilhada com estados e municípios, o Programa de Integração Social (PIS) e a Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins).

Calma que ainda não acabou. Quando chega às distribuidoras, mais uma tarifa entra no processo: o Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que varia de estado para estado. Aí (só aí) é definido quanto o litro vai custar.

Ah, e a cada subida do ICMS, o combustível corre o risco de ter o seu preço ajustado. Ufa!

 

Alta do diesel pede planejamento e organização das transportadoras

Preço do diesel

Para não descobrir um santo para cobrir outro, as transportadoras precisam de muita organização e de um bom fluxo de caixa para manter as atividades sem ficar no vermelho.

Uma boa gestão, tanto administrativa quanto financeira, é essencial nestas horas, para que as dificuldades sejam encaradas sem pânico e as decisões tomadas com a cabeça mais fria e os pés no chão.

Nesse momento, a parceria com uma empresa preparada para reduzir custos e agilizar processos pode ajudar bastante. A PagBem, por exemplo, oferece diferentes soluções para simplificar os processos de pagamento de fretes e pedágios, permitindo uma organização melhor das operações e das finanças.

E, como estamos falando de soluções para reduzir custos, selecionamos abaixo dois serviços que a PagBem possui para ajudar a sua empresa a diminuir as despesas:

1 – Sistema de roteirização
A PagBem conta com um serviço que faz o cálculo da distância a ser percorrida pelos caminhoneiros e indica a melhor rota. Desta forma, o motorista economiza combustível e tempo de deslocamento. Para ampliar os benefícios, como a produtividade do caminhão na rota traçada, a transportadora pode contar com a solução do vale-pedágio com a tecnologia TAG. A redução de custos com freio e a economia de combustível com aceleração e desaceleração são visíveis!

2 – Diesel mais barato
As parcerias que a PagBem faz com os postos de combustível podem beneficiar, e muito, os caminhoneiros. Ao efetuarem o pagamento com o cartão da PagBem nos locais credenciados, o diesel pode sair mais barato. Os centavos de desconto fazem uma boa diferença na hora de fechar a conta! Para saber onde estão os postos mais próximos e os preços mais atrativos, basta usar o App do caminhoneiro. Ah, e é possível deixar uma crítica, caso o valor do combustível ou a localização esteja incorreto.

Nada como poder contar com alguém para nos indicar os caminhos mais seguros, não é verdade?

Além de desfrutar destas vantagens, é importante que a transportadora faça sua parte para reduzir ainda mais os custos. Veja abaixo outras três dicas:

1 – Faça a manutenção preventiva das frotas
A antecipação da manutenção evita prejuízos com aquisição de peças e com veículos parados para reparos. Um olhar cuidadoso para os filtros de ar e de combustível, por exemplo, é de extrema importância para economizar diesel.

2 – Treine os motoristas adequadamente
Uma direção correta aumenta a segurança do caminhoneiro e dos demais motoristas e evita gastos desnecessários com combustível. Evitar desligar o caminhão em caso de congestionamentos, arrancar ou frear de forma brusca e calibrar corretamente os pneus são alguns princípios de direção defensiva que precisam ser praticados em todas as viagens.

3 – Respeite a capacidade do caminhão
Se circular com o caminhão vazio é sinônimo de prejuízo, exceder sua capacidade também é. Um veículo pesado demais vai gastar mais combustível, e o peso excedente será sentido no bolso na hora de contabilizar os gastos.

LEIA MAIS: Por que vale a pena investir em frota terceirizada?

 

Reduza custos com as soluções da PagBem

Criada em 2015, a PagBem administra fretes e pedágios por meio de uma rede credenciada ampla que atinge diferentes partes do país.

Com a missão de facilitar a administração de frete rodoviário e pedágio, a PagBem oferece soluções financeiras, tecnológicas e de pagamento para toda a cadeia envolvida no transporte, envolvendo caminhoneiros, transportadoras, operadores logísticos e embarcadores.

Para conhecer melhor todas as soluções da PagBem, entre em contato conosco.

Posts recentes

Qual a importância dos dados nas operações logísticas?

Qual a importância dos dados nas operações logísticas?

Olhar uma planilha repleta de números pode assustar em um primeiro momento. Mas as empresas que buscam novos caminhos para melhorar suas operações logísticas sabem que a interpretação destes dados é uma atividade que não pode mais ser deixada de lado. Saber analisar...

E-commerce: como melhorar o serviço de transporte de mercadorias

E-commerce: como melhorar o serviço de transporte de mercadorias

Pegar o celular ou notebook e acessar uma página de e-commerce para comprar algum produto ou serviço já faz parte do dia a dia de boa parte dos brasileiros. Afinal de contas, é muito prático dar alguns cliques e esperar a encomenda chegar em casa, não é verdade? Mas...

Entenda os benefícios do vale-pedágio

Entenda os benefícios do vale-pedágio

A chegada do vale-pedágio transformou para melhor a vida dos motoristas de caminhão. O novo sistema separa o cálculo do frete das tarifas de pedágio, o que facilitou muito a rotina dos caminhoneiros e deixou a viagem mais justa e segura, já que não é mais necessário...

Receba nosso conteudo em primeira mão.

Close Bitnami banner
Bitnami