O Brasil é um dos maiores produtores de grãos do mundo

Em 2015, comemoramos a maior safra de soja da história, foram 210 milhões de toneladas colhidas. Isso tudo é ótimo para o setor de transporte que, junto com a produção de grãos, cresce cada vez mais. Mas quem trabalha com esse mercado precisa tomar alguns cuidados.

Como os grãos são partículas muito pequenas, é comum que uma porcentagem da carga seja perdida durante o transporte. Por essa razão, alguns produtores recorrem ao transporte ferroviário, mas existem medidas que podem ser tomadas para evitar que isso aconteça.

Uma estratégia interessante é adotar os caminhões de sucção a vácuo, que podem armazenar grandes quantidades de grãos em tanques fechados para evitar o desperdício. A grande vantagem desse tipo de caminhão é que seu tanque fechado também conserva a mercadoria, pois não a expõe às condições que podem atrapalhar sua qualidade.

Outra saída são os contentores flexíveis, embalagens desenvolvidas para envio, armazenagem e transporte de vários produtos, incluindo grãos. Existem muitos modelos adequados para diferentes produtos e com diferentes capacidades para que sua carga não seja desperdiçada.