TMS: como esse sistema facilita o trabalho das transportadoras?

04/08/2021

O uso de plataformas especializadas na logística, com a TMS, tem ajudado embarcadores e transportadoras a reduzirem custos e a melhorarem bastante a gestão dos seus processos, principalmente aqueles ligados à distribuição de mercadorias.

Vamos explicar: TMS é a abreviação de Transportation Management System ou, traduzindo, Sistema de Gestão de Transportes.

Este é um software que pode ser usado por empresas de todos os portes para organizar os processos ligados à cadeia de transporte e de logística. É como se fosse uma central de controle para facilitar a visualização das atividades e permitir ações imediatas e com menores chances de erro.

A plataforma TMS é modular. Ou seja, composta de diferentes funcionalidades independentes, mas que podem ser agrupadas do jeito que a empresa precisar para tornar seu dia a dia mais produtivo.

Por isso, podemos dizer que o TMS oferece suporte em todas as etapas do serviço de transporte, incluindo definição de rota, emissão de documentos e atendimento ao cliente.

 

Vantagens do TMS para as empresas

Muito utilizado por embarcadores e transportadoras que terceirizam ou realizam seu próprio serviço de distribuição de mercadorias, o TMS põe na tela do computador e em uma única plataforma muitas atividades que levariam muito tempo para serem executadas sem automatização.

As empresas que trabalham com distribuição de matéria-prima e produtos sabem muito bem que o serviço de transporte é um dos mais caros dentro da lista de atividades, consumindo até 2/3 dos valores destinados aos processos logísticos.

Por este motivo, encontrar boas saídas para baixar custos e aumentar a produtividade é uma das maiores preocupações de quem quer seguir neste ramo e ser mais competitivo.

Entre as soluções está o TMS. Usando este sistema, uma transportadora ou embarcador consegue:

  • Controlar toda operação;
  • Entender os custos de cada operação;
  • Definir rotas dos motoristas de caminhão;
  • Rastrear os veículos e as operações de recebimento, movimentação e entrega de mercadorias;
  • Administrar fretes, notas fiscais, ordens de serviço e outras tarifas e documentações;
  • Gerir a frota como um todo (desde o tipo de veículo até a necessidade de manutenção);
  • Analisar os dados de forma ampla e aprofundada;
  • Tomar melhores decisões para otimizar os processos e aumentar os lucros.

O TMS pode ser integrado com outros sistemas, como um ERP para automatizar mais departamentos e facilitar ainda mais a administração das atividades desenvolvidas dentro e fora da empresa.

Inclusive, essa dupla é um facilitador das transportadoras que já se modernizaram e firmaram parcerias com Instituições de Pagamento Eletrônico de Frete (IPEFs), como a PagBem.

Estas empresas desenvolveram formas mais inovadoras e seguras de efetuar transações relacionadas a pagamentos de frete e pedágio e de emitir documentos e dados essenciais para a realização do serviço de transporte, a exemplo do número do CIOT (Código Identificador da Operação de Transporte) e das notas fiscais.

Isso quer dizer que, em vez do dinheiro vivo, o motorista de caminhão contratado por uma transportadora parceira de IPEFs passa a carregar um cartão para pagar as despesas durante a viagem, muito mais seguro e prático, não é mesmo?

A PagBem oferece o vale-pedágio, para o condutor passar a tarifa nas guaritas com agilidade e seguir viagem pelas estradas, e o cartão-frete para abastecer e arcar com outras despesas.

Nos postos credenciados da PagBem o motorista ainda pode abastecer o veículo com um valor diferenciado e entregar a documentação referente ao serviço realizado, sem a necessidade de voltar para a empresa para dar baixa. Feito isso, o cartão é carregado de maneira automática, e o condutor já pode partir para outra viagem.

LEIA MAIS: Nunca foi tão fácil fazer transporte rodoviário de carga

 

Reduza custos com as soluções da PagBem

Criada em 2015, a PagBem administra fretes e pedágios por meio de uma rede credenciada ampla que atinge diferentes partes do país.

Com a missão de facilitar a administração de frete rodoviário e pedágio, a PagBem oferece soluções financeiras, tecnológicas e de pagamento para toda a cadeia envolvida no transporte, envolvendo caminhoneiros, transportadoras, operadores logísticos e embarcadores.

Ao firmar parceria com o Banco Omni & Financeira, conglomerado financeiro que atua há 25 anos no mercado de crédito e financiamento, a PagBem ampliou os serviços de gestão de frete, de vale-pedágio e de despesas corporativas, trazendo muita facilidade para a vida de milhares de motoristas de caminhão!

Para conhecer melhor todas as soluções da PagBem, entre em contato conosco.

Posts recentes

Logística reversa: você sabe como funciona?

Logística reversa: você sabe como funciona?

Você certamente já ouviu falar em logística reversa, conceito que tem ganhado cada vez mais força no mercado mundial - especialmente no setor industrial e de transporte de mercadorias.  Em um cenário cada vez mais globalizado e competitivo, manter o equilíbrio entre a...

Festas juninas e a importância do serviço de transporte

Festas juninas e a importância do serviço de transporte

Poucas celebrações no Brasil são tão aguardadas quanto a festa junina. Ainda mais este ano, que marca o retorno das quermesses depois de um longo período sem festejos por causa da pandemia de Covid-19. No nordeste, onde a festa de São João é tradicional – e patrimônio...

Armazenagem e transporte de carga: como alinhar os dois processos?

Armazenagem e transporte de carga: como alinhar os dois processos?

Você já parou para pensar no quão importante é o processo de armazenagem da carga? Ou, ainda, em como uma equipe integrada pode fazer toda a diferença na operação logística como um todo? O setor de transporte de carga é conhecido por sua complexidade, uma vez que é...

Receba nosso conteudo em primeira mão.

For security verification, please enter any random two digit number. For example: 61